sexta-feira, 9 de abril de 2010

::Sobre Dermocosméticos::

Você já deve ter otuvido no seu dia-a-dia que um dos produtos que mais se tem destacado são os dermocosméticos. Mas o que é isso a final?
Começando do começo, dermocosméticos – ou cosmecêuticos – são produtos com atividade nas camadas mais profundas da pele, capazes de promover modificações fisiológicas que resultam em melhora de aspectos físicos na pele, sempre embasado por estudos clínicos. Esses produtos são intermediários entre os medicamentos e os cosméticos, todavia são reconhecidos regulatoriamente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária como cosméticos Grau 2, ou seja, produtos com indicações específicas, cujas características exigem comprovação de segurança e/ou eficácia, bem como informações e cuidados quanto ao modo e restrições de uso.
"Com o desenvolvimento da ciência e tecnologia surgiram novas substâncias capazes de passar algumas barreiras da pele que antes não eram possíveis, e hoje não sabemos muito bem onde se classificam os produtos que tem estes benefícios. Esse é, ainda, um assunto controverso. E a legislação encontrou essa como melhor classificação para diferenciar cosméticos convencionais e cosmecêuticos", explica Leandro Ribeiro, gerente de Trade Marketing de Ache Laboratórios, que oferece ao mercado a linha Eucerin. A marca busca atender às diferentes necessidades de pele com produtos específicos e baseados em estudos clínicos. No portfólio figura três categorias –
Anti-Sinais, Proteção Solar e Pele Seca – em oito apresentações comerciais diferentes, mas, complementares. "O dermocosmético é o cosmético que mais se aproxima de um medicamento. Vendidos com exclusividade em farmácia, são produtos usados como complementos terapêuticos dos tratamentos dermatológicos e possuem comprovações clínicas, feitas através de rigorosos protocolos desenvolvidos por dermatologistas", explica Henric Sark , diretor superintendente de Cosmética Ativa da L'Oréal Brasil, cujas marcas La Roche-Posay e Vichy terminaram o ano de 2007 como líderes do mercado de dermocosméticos no País. Uma grande conquista, de acordo com Sark, uma vez que o Brasil é o segundo negócio no mundo para a marca La Roche-Posay, ficando atrás somente da França.
Em termos de perfil, os consumidores de cosmecêuticos são pessoas que se preocupam com bem-estar, com a imagem saudável, com a aparência jovem. Esse público é formado, eminentemente, por mulheres da classe A/B, acima de 25 anos, que freqüentam os consultórios dos dermatologistas.
Enfim, essa categoria de cosmeticos vem crescendo e a cada dia temos mais lançamentos a disposição.
Lá na LOJA VIRTUAL POROS você encontra tudo o que há de melhor e os lançamentos em dermocosméticos.
Passa lá e confira.
Bjs xau

2 comentários:

Marina Dias disse...

Eu adoro a Poros! Os precos sao melhores do que os das farmacias aqui de belo horizonte! Já sou cliente! E amooo dermocosméticooos! hehe

Poros disse...

Olá, sou Rafael e trabalho na Poros na área de Marketing e Métricas na web

Antes de mais nada, queria agradecer a Aline por ter elaborado esse post tão esclarecedor e a sincera opinião da Mariana.

A proposta da Poros é trabalhar com Dermocosméticos. Faremos tudo para trazer as melhores novidades em dermo, junto com os menores preços do mercado. Pra isso, contamos com a opinião e feedback de vocês

Fiquem a vontade para entrar, conhecer e opinar na loja. www.poros.com.br

Obrigado